Bate-papo com a autora Arlene Diniz

ByCarla Montebeler

Bate-papo com a autora Arlene Diniz

arlene-diniz

É hora de conhecer mais uma autora UPBooks. A editora Carla Montebeler foi responsável por este bate-papo com a autora e você pode acompanhar tudinho aqui no blog da  UPBooks.

ENTREVISTA

1 – Como teve início sua paixão pelo ministério com adolescentes? 

Acho que sendo uma (risos). Eu tive um encontro verdadeiro com Jesus aos 16 anos e vivi a melhor adolescência que pude, na presença dEle. Acredito que isso fez meu coração arder de vontade em apresentar à galerinha dessa idade o que Jesus pode fazer em uma vida que se dispõe pra Ele.

2 – E quando decidiu que a história de uma adolescente seria tema para os seus livros?

Aos doze anos me apaixonei por livros infanto-juvenis e devorava o máximo que podia desse tipo de literatura. Depois dos 16, comecei a ler mais livros cristãos de estudo e sentia uma falta imensa de livros de ficção com uma temática bíblica. Aos 19, li o primeiro romance cristão para adolescentes e fiquei apaixonada. Como eu já tinha inúmeros rabiscos de histórias perdidos pelo meu computador, não foi difícil desenvolver uma delas. Resolvi que escreveria um livro que eu gostaria de ter lido aos 15 anos e que poderia ter me aproximado de Deus naquela época.

3 – Fale um pouco sobre “Uma Viagem Nem Um Pouco Sonhada”.

Ah… escrever esse livro foi um grande presente de Deus. A história de Betina (personagem principal) se mistura à de inúmeros meninos e meninas que cresceram frequentando uma igreja e muitas vezes não entendem ao certo o porquê de estarem ali. O livro também expressa muitos assuntos que envolvem o mundo adolescente e procura lidar com eles à luz da Bíblia.

4 – Onde busca inspiração para escrever suas histórias numa linguagem tão atual para os jovens?

A primeira fonte de inspiração, sem dúvidas, é a palavra de Deus. O livro é recheado por ela do início ao fim. Não tem outro lugar onde possamos encontrar os princípios que Deus sonhou para as pessoas de todas as idades – inclusive para os adolescentes. Depois, vem a minha própria convivência com eles e as experiências que passei nessa idade também. Além, é claro, de ser inspirada por livros juvenis de outros autores que admiro muito, como a Robin Jones Gunn.

5 – Tem algum projeto de escrever um livro romântico cuja história se passe em outras cidades do Brasil ou em um lugar fictício?

Com certeza! A mente está cheia de ideias (risos), mas a próxima história, que é a continuação do Uma Viagem Nem Um Pouco Sonhada, se passa na cidade do Rio de Janeiro.

6 – Como foi sua experiência de publicação pela Upbooks? 

Melhor impossível. A editora me recepcionou de forma maravilhosa e tem me ajudado muito em todo o processo, desde a minha liberdade nas decisões dos detalhes do livro até toda assessoria editorial. É muito bom estar entre pessoas que tem o mesmo propósito, que trabalham com honestidade e visando o Reino de Deus.

7 – Quais características um livro tem de ter para você considerá-lo tocante e/ou emocionante?

Sem dúvidas, trazer uma mensagem espiritual. Eu amo ler livros que me aproximem de Deus e me ensinem a ser uma serva melhor.

8 – Em um país como o nosso, o que te dá ânimo para ser escritora? 

Crer que estou no caminho que Deus planejou pra mim e pensar nas pessoas que Deus pode tocar através das minhas palavras.

9  – Qual sua expectativa com seu livro? Como pretende fazer a divulgação dele para que os adolescentes o encontrem?

Eu estou bastante alegre e animada com todo esse processo de ver o livro ficando pronto e às vezes “fico como quem sonha”. Espero que a história fale aos corações, essa é minha maior expectativa. A divulgação está sendo feita pelas redes sociais, através do bom e velho “boca a boca” e alguns eventos já estão vindo por aí, também.

10 –  Quando está com sua família, você consegue relaxar e esquecer dos livros ou tem mais inspiração ainda para escrever?

Ah, com certeza tenho muita inspiração! Na verdade, qualquer lugar que um escritor vá, a inspiração pode surgir.

11 – Deixe uma mensagem para quem está começando a se aventurar no mundo da escrita.

Apesar de também ser nova nesse mundo (livros, editora, lançamento e etc), escrevo desde novinha e algo aprendi durante esses anos: é preciso persistir. Não importa se ainda não escrevemos como gostaríamos ou que ninguém lê o que escrevemos. Devemos continuar escrevendo e procurar formas de aperfeiçoarmos isso. A forma que eu mais gosto, sem dúvidas, é a leitura. Quanto mais a gente lê, melhor a gente escreve. Tem que ler muuuito.

12 – Arlene Diniz por Arlene Diniz: 

Eu sou muito sonhadora e sempre creio que há possibilidade para tudo. Caminhar com Jesus faz com que minhas expectativas estejam sempre nEle e me dá um olhar de esperança frente às coisas da vida. Estou no último ano da faculdade de Serviço Social, sou casada com o meu amor Hugo há quase dois anos e além de escrever e ler, amo sair com meus amigos, viajar e conhecer pessoas.

13 –  Suas considerações finais:

Espero que não só o Uma Viagem Nem Um Pouco Sonhada, mas tudo que eu escrever possa ser instrumento de Deus na vida das pessoas. Esse sempre será o objetivo. Agradeço a todos que me apoiam desde muito cedo a escrever e a todos que tem sonhado com este primeiro livro junto comigo. À Editora Upbooks, meu mais alegre “obrigada” pelo que tem feito e se esforçado para que tudo dê certo. Deus os abençoe cada vez mais!

Experiência de publicação com a Upbooks.

O trabalho que a Upbooks faz é muito completo e está fazendo essa ser uma ótima experiência de publicação. A editora Carla Montebeler é um anjo de Deus em minha vida, pois além de me dar toda assessoria necessária, também me dá conselhos, dicas, se esforça ao máximo para que eu esteja à vontade e o melhor: sonha junto comigo; se esmera em pensar formas de apresentar o livro às pessoas, em fazer com que o Uma Viagem Nem Um Pouco Sonhada seja um sucesso. Agradeço de coração, pois eu posso pedir socorro a Carla em qualquer dia e qualquer horário e ela estará lá, me tirando dúvidas, trabalhando para o melhor da editora e também para mim como autora. Agradeço a Jesus por essa parceria maravilhosa!

About the Author

Carla Montebeler author

Leave a Reply